CONEXÃO ESTELAR

Por Roberta Fioravante

 

 

 

Entramos na nova era, uma era de grandes e radicais mudanças para o planeta e para as dimensões próximas do nosso sistema.
Se você é da "tribo" que considera nosso planeta o único habitado nesse grande universo, está na hora de rever seus conceitos e admitir que, dentro de um universo imensurável, existem sim inúmeras outras formas de vida. E não obrigatóriamente como nós, seres de carbono.
Há tempos que UFOLOGOS alegam contatos com naves que rodeiam o nosso sistema. Algumas amigas e outras nem tanto. E, cada vez mais, são vistas nos céus e fotografadas em diversas localidades no planeta.
A conexão mais conhecida por todos é a do Comandante Ashtar, que envia informações por intermédio de diversos canais para nos orientar nessa transição.
As conexões estelares nada mais são do que orientações enviadas pelos seres de outras dimensõe,s ou mundos, por intermédio de canais humanos, que recebem as informações e repassam para seu grupo de seguidores.
Porém, há mais do que informações, existem códigos de reprogramação do DNA humano por intermédio de comandos quânticos, orientações de como devemos nos manter diante do caos que estamos vivendo, orientações de comportamento, de meditação, de trabalhos para conscientização de grandes massas, etc.

Afinal, como é essa tal conexão?

Bem, aqui vou decepcionar você, pois todos imaginam luzes coloriadas, efeito tridimensional, coisas alucinadamente fora do normal, e não é.
Muitas pessoas se tornam "canais" conscientes sem ao menos se darem conta disso.
A conexão pode ser dar intuitiva ou racionalmente. No meu caso é bem racional.
Para as pessoas que me conhecem, sabem que passo mais tempo no éter do que no telúrico. Tenho "amigos invisiveis" desde muito pequena, o que já me fez visitar inumeros psiquiatras, alguns deles, inclusive, se tornaram meus clientes.
Um psicólogo, um dia, querendo provar a tese que esses meus amigos invisiveis eram imaginários, fez um desafio: Pediu que eu, por intermédio desses amigos, o ajudasse com um problema, mas não falaria qual problema era. Eu disse "ok", mas eles não são seres que aceitam desafios, eles ajudarão se quiserem ajudar, não como um desafio, mas porque ajudar faz parte da natureza deles. Ficamos em silêncio uma meia hora. Roi unhas (tinha onicofagia crônica), olhei o teto, até que peguei um papel e comecei a escrever. Nem me dei conta do que estava escrevendo.
Terminei, virei o papel para ele e pedi que lesse.
Os olhos dele encheram de água enquanto lia.
A ajuda veio, sem eu ao menos me dar conta. E sinceramente, nem sei o que foi escrito, e até hoje não sei do que se tratava. Recebi alta e comecei a ajudar com outros pacientes dele que tinham uma história semelhante com a minha. Detalhe: Eu tinha 13 anos.
Infelizmente, meu querido amigo nos deixou alguns anos depois.
A conexão é exatamente assim, natural, sem nenhum efeito 3D. São informações canalizadas e muito conhecimento que nos ajuda a ter uma vida mais "encaixada", nos ajuda a evoluir como individuos que somos: em evolução!
Vou fazer um artigo sobre o Comandante Ashtar, onde ele mesmo explicará sobre quem é, qual a sua missão, e o que está acontecendo com o nosso planeta e por que desse caos que estamos vivendo.
Para quem acredita, seja bem vindo, para quem não acredita, é hora de repensar sua posição, pois as mudanças já estão acontecendo e a adaptação e evolução são necessárias para essa transição!


 

VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL