13 SINAIS DE RELACIONAMENTOS TÓXICOS

Por Roberta Fioravante

 

 

 

Muitas vezes convivemos com pessoas que sugam nossas energias, que silenciosamente minam nossas forças, mas nos mantemos na relação por estarmos com a auto estima baixa, e nos considerarmos incapazes de seguir em frente sozinhos ou sem aquele amigo, marido, esposa...
É difícil ver o que é melhor para nós mesmos quando investimos tantas expectativas em um relacionamento. Nem sempre é fácil lembrar quem você é e o que você quer. E não falo só de relacionamento amoroso, falo de todo tipo de relacionamento: amizade, companheiros de trabalho, família, etc.
Nós esquecemos, muitas vezes, de priorizar a nós mesmos e nossa felicidade, ou até mesmo nossa paz de espírito, e acabamos nos submetendo a coisas que não nos agradam para mantermos a relação, pelo simples medo de abrirmos uma “vaga” que, achamos, não será mais preenchida (isso é autossabotagem PURA).
Não há nada de errado em admitir que um relacionamento já tenha chegado ao fim. Mesmo que você, hoje, não consiga imaginar sua vida sem essa pessoa, com o tempo e a distância, você será capaz de ver este relacionamento exatamente como era: tóxico como veneno.

Vou listar 13 sinais de que você pode estar em uma relação tóxica:

1. Agressão passiva

Você odeia determinados comportamentos do amigo, namorado ou colega, mas permanece na relação. O que aproximou vocês já não existe mais, se é que um dia existiu. A presença irrita você, mas você não suporta a ideia de que aquela pessoa não ligue para você no dia seguinte.

2. Ciúmes e culpa

Somos todos apenas humanos, então o ciúme vai acontecer em algum momento. Ciúme de um novo amigo, de um novo companheiro de trabalho que se destaque, do companheiro ou companheira. Mas o ciúme excessivo é uma doença.
Se a pessoa tem ciume de tudo e todos, se você não pode respirar que o outro acusa você de não se importar, culpa você pela sua tristeza, pelo seu desconforto, essa relação não é mais saudavel.

3. Crítica e desprezo

Existem dois tipos de crítica: A construtiva, que é feita para lhe chamar atenção e fazer você crescer como indivíduo, e a destrutiva, que é feita para diminuir você. Existem pessoas que só conseguem se sentir importantes “pisando” nas outras, desprezando, humilhando.
O assunto da vez sempre será a crítica de alguém que não está presente. Falar mal do outroé o assunto predileto.
Se você tem alguém perto de você assim, afaste-se imediatamente!

4. Qualquer discordância gera discussão.

Há uma enorme diferença entre ficar aborrecido e não admitir outra opinião.
Podemos ficar aborrecidos com algumas situações, mas quando a opinião do outro gera uma discussão, pois outro ponto de vista não é aceito, é sinal que ali não há mais o que acrescentar.
As relações são uma via de mão dupla, e não mão única.
Dar, dar, dar, sem receber nada em troca não é uma relação.
Relação = duas ou mais pessoas interagindo.
É natural ficar chateado e argumentar, mas se não há comunicação saudavel, é que já não existe mais a conexão que aproximou vocês. Cuidado para não se tornar “escravo” da opinião do outro e abdicar da sua própria forma de pensar.

5. Energia negativa

Sentir-se desconfortável ou tenso perto de alguém é apenas o seu corpo reagindo à energia negativa que está vibrando entre vocês.
Negatividade pode drená-lo mental, fisica e emocionalmente. Em algumas ocasiões somos forçados a lidar com isso, mas ter uma relação com alguém que lhe traz desconforto, é a pior coisa que pode fazer consigo mesmo. Retome o amor próprio, imediatamente.

6. Evitando um ao outro

No mínimo, você deve ser capaz de tolerar a presença do seu amigo, companheiro, parceiro. Se você não suporta mais a presença, está na hora de ir em frente e se desligar dessa relação, seja ela qual for.

7. Você não é você mesmo

A mudança acontecerá independentemente. Quando você está em um relacionamento, mesmo se você mudar, vocês devem estar indo na mesma direção.
Se o seu relacionamento muda você, essa mudança só será válida, se essa nova versão de si mesmo for a versão melhorada, respeitando sua essência.
Mas se você sente que está se perdendo ou não reconhece mais quem você é, não é mais uma relação saudável.

8. Sentir como não há mais nada em comum

Há uma diferença entre ficar em um relacionamento porque você está confortável e ficar porque você realmente quer estar lá.
Se você sente que seu relacionamento não está indo em nenhum lugar, por que desperdiçar o seu tempo? É hora de você olhar para frente com novas esperanças, e deixar de lado essa relação que não tem mais camiho a ser trilhado.
Se não há mais ingredientes, não tem bolo a ser feito, não é?

9. Você só pensa em fazer o outro feliz

Se você está constantemente tentando fazê-los felizes, abre mão das suas vontades em pró da vontade do outro, faz tudo e de tudo para deixar o outro bem, fica tenso se algo sai dos eixos, se preocupa em demasia em não aborrecer ou contrariar o outro, essa relação é MUITO TOXICA! Onde está você na relação?

10. Você não consegue fazer nada direito

Por mais que você se esforce, o outro sempre reclama e acha algum defeito, e vive dizendo que você não faz nada certo, me responda: Por que ainda atende as ligações? Por que já não deu um basta nisso?

11. O crescimento e a mudança são vistos como negativos

Você comprou um carro novo, ou mudou de trabalho, ou até mesmo comprou uma blusa nova e sentiu que o outro não gostou? Inveja!
As relações têm que ser baseadas em outro patamar. Seu sucesso não pode incomodar, pelo contrário, tem que ser motivo de comemoração, de elogios, de orgulho.

12. Vive lembrando de como você era e não é mais

Você arrumou um novo emprego ou está com outros afazeres que ocupam mais do seu tempo e o outro começa a reclamar que antigamente não era assim, está na hora de você prestar atenção e observar o egocentrismo do outro. Como você ousa ter uma vida que o outro não caiba? Sufocante!
RESPIRE e liberte-se!

13. Você simplesmente não está mais feliz

A relação não traz mais boas energias, a pessoa que está com você não acrescenta mais nada, se tornou um peso que atrasa sua vida, desligue-se. Não é egoismo, é sobrevivencia.
Você tem DIREITO de ser feliz e seguir em frente, com pessoas que acrescentem, que vibrem com cada vitória sua, que estimulem sua jornada. Pedra no caminho, já chegam as que temos naturalmente.

Que tal remodelar sua forma de viver? Hora de deixar as relações tóxicas para tras, tirar essas algemas, e seguir em frente.

 

VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL